sábado, 10 de novembro de 2012

Contraponto.

O que é muito? O que é pouco?
A distância era muita, o tempo era pouco.
O sentimento era muito,
O desejo também.
As possibilidades eram poucas,
Os momentos também.
As afinidades eram muitas,
e alegria expressa nos olhos também.
A felicidade era muita,
e isso bastava.
[Teresa Cristina]