quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O lado bom- Zélia Duncan



Sozinha
Observo melhor as cores
Os excessos
Os afetos
Que me faltam
ou me afetam
Sem ninguém por perto
Meus olhos
ficam mais abertos
Imersos num vazio
Recheado
de detalhes doces
Longe das cortes
Sento no meio-fio
dos meus pensamentos
na beira do que eu invento
E aproveito
O lado bom
Da solidão