domingo, 19 de agosto de 2012

Um amor sublime


Fui ao encontro de familiares distantes e lá estavam as minhas pequenas de 5 e 3 aninhos e um bebê de 1 aninho a me esperar com muito amor e carinho. Um amor puro, um amor sublime, desses que aquecem o coração e a alma da gente. Ser tia é ter o prazer de dizer quando alguém lhes pergunta: "São seus filhos?" E você pensa: Sim...como se fossem...
Ser tia é voltar ao mundo mágico das crianças, e ser com elas "a professora", "a cabeleireira", "a bailarina". É sentir aquele abraço gostoso, apertado e aquele sorriso largo. 
Quando ouço meus pequenos me chamando "Tiaaaaa" meu coração sente um amor sublime que chega a me emocionar.

"SÓ UMA TIA - pode amar como uma mãe, guardar segredos como uma irmã, agir como uma amiga, amá-los como se fossem seus!!"

:)