sábado, 10 de março de 2012

Das coisas bonitas.


Alguns acontecimentos em nossas vidas a gente devia guardar em frasco bonito para que todas as sensações do momento ficassem eternizados ali.
E de vez em quando, seria bom abrir um pouco o frasco e deixar a memória te levar para aquele lugar, para um reencontro, ou para um momento feliz. 
Por alguns instantes fechar os olhos, esboçar um leve sorriso e mergulhar em seu mundo particular. 
Depois, era só abrir os olhos, fechar o frasco com muito cuidado e carinho, guardá-lo e seguir em frente nas coisas cotidianas com a certeza de que seus momentos felizes estão ali, ternamente guardados.
[Teresa Cristina]


Sorvete de casquinha