terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Da certeza ao não saber...


No início de tudo, a certeza daquela vontade,
daqueles encontros cegos de desejo e paixão...
Depois a dúvida de se realmente deveríamos estar ali
Hoje o não saber se podemos (devemos) mandar uma mensagem...