quinta-feira, 8 de dezembro de 2011


Segue coração, por aí...ao sabor do vento. Leve e em paz. Eu preciso descansar um pouco dos seus momentos turbulentos. Segue solto deixando no ar as cores e os aromas do amor!

Teresa Cristina.