sexta-feira, 25 de março de 2011

Às vezes é preciso

Às vezes é preciso destravar as portas,
abrir todas as janelas,
deixar o vento entrar,
destravar os cintos da insegurança e decolar
para assistir a terra de luneta,
comer pipoca sentado na lua,
escorregar pelas pontas das estrelas,
dançar no ventre das nuvens,
sonhar em outros planetas...
e dar muitas risadas com os cometas...

Às vezes é preciso ficar só...
Com um papel e uma caneta para colorir o coração
e colocar mais alegria no viver
e se encantar com a felicidade
e não se esquecer dos sonhos!



Desconheço autor


Beijocas e ótimo final de semana! :)






Imagem daqui