terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Dieta Coletiva, segunda semana!

Tá bom gente, eu sei...era ontem que tinha que postar. Mas não teve como. Correria danada! Cheguei em casa e puff- direto na cama. Bom...na primeira semana de dieta coletiva até que me sai mais ou menos. Diminui o tanto que estava comendo, porém teve casamento no sábado, cheio de gostosuras...mas aí foi só maneirar no domingo. Ah, também consegui ir na academia 3 X na semana bunitinha...rsrsrs.
Aproveitando, a Clau Finotti criou um blog da dieta coletiva
A minha contribuição para hoje é dar sequência aos ensinamentos da Drª Judith Beck. No último post falamos sobre a confecção do Cartão das vantagens de emagrecer. E aí, fez o seu? Se não fez, dá tempo.


Continuando a proposta do livro Pense Magro:



dia – Escolha duas dietas razoáveis: temos sempre que ter um “plano B”.

3º dia – Sente-se para comer: esse para mim, é um dos melhores aprendizados: você pode até pensar “nossa, mas eu como sentado”, agora lembre-se de quando você pega algo na geladeira e leva até a boca antes de se sentar...ou come ali, em frente à geladeira mesmo...ou enquanto toma um sorvete passeando pelo shopping ou parque. Aposto que se lembrou de várias situações em que você come em pé. Quando comemos sentados temos muito mais consciência do que estamos comendo do que quando nos alimentamos em pé. Além disso, o organismo demora cerca de 20 minutos para entender que está alimentado. Por isso, não importa, que seja uma bala, sente-se para degustá-la.

4º dia – Elogie-se: muitas vezes temos o péssimo defeito de nos punirmos exageradamente por um erro e não nos elogiarmos quando conseguimos algo. Dessa forma, o quarto passo vem nos ensinar a nos elogiar sempre que conseguirmos fazer o que precisamos. Pequenas frases, como: “Certo!”, “muito bem!”, “Parabéns!” servem de estímulo para nos fortalecer.

5º dia- Alimente-se devagar e conscientemente. Bom, agora que você já aprendeu comer sentado, talvez esse passo seja mais fácil.

6º dia – Encontre um técnico em dieta – neste passo eu sugiro que o profissional primordial é o nutricionista, mas acredito que o trabalho multiprofissional com psicólogo e médico funcionará ainda melhor.

7º dia – Organize o ambiente: esse é excelente. É muito mais difícil resistir aos alimentos quando eles estão disponíveis. Você não precisa “limpar” a geladeira, mas adote a estratégia de deixar os alimentos permitidos à mostra e os não permitidos em lugares mais difíceis de serem visualizados. Isso vale para a casa e para o trabalho. 

Beijos e até a próxima!