domingo, 9 de janeiro de 2011

A seara e a colheita...

Boa noite de domingo, gente! O post de hoje é inspirado em um artigo que li no blog da Luciana Kotaka, cujo o título dizia: "Ainda que sua cabeça diga não, siga sempre o seu coração". Foi tão interessante que cheguei a este texto justamente depois de ter feito o meu último post, o qual fazia uma reflexão sobre a razão e a emoção. Porém o que mais me chamou a atenção nessa leitura foi a reflexão sobre a lição da semente. 
Não há colheita, sem a semente 
Não há colheita, sem a seara. 
Mas para semear, fazer crescer e obter a colheita de qualquer coisa na vida temos que ter muita paciência e esforço. 
Pensando nisso, meu coração ficou feliz pois este ano inicia-se com a realização de sonhos semeados há muitos anos atrás. Voltando ao túnel do tempo, a minha memória relembra os momentos que "sonhava acordada" com tudo o que está acontecendo. Neste período teve muito aprendizado. 
Aprendi que é preciso muito trabalho, humildade e persistência. Esses elementos foram fundamentais para que pudesse crescer e florir. 
Porém, o mais interessante é que, ao mesmo tempo que chega a hora da colheita, também é tempo de plantar novas sementes para que os sonhos prossigam. 
O meu coração está contente e seguro. Que bom, vou aproveitar para usufruir deste bem-estar. O corpo está cansado, mas a alma está leve. 


Beijocas e ótimo início de semana.