terça-feira, 2 de novembro de 2010

Aos que partiram...

Neste dia de finados ofereça uma singela oração aos que partiram do plano terreno.


Fazem dois anos e quatro meses que ele partiu. 
Não choro, apenas trago no meu coração as melhores lembranças dos momentos que passamos juntos. Ele foi uma pessoa alegre, de bem com a vida. Me ensinou coisas que somente alguém da sua idade poderia ensinar. Nunca me esquecerei o dia que ele disse: - Você conhece alguém que já conseguiu acabar com o trabalho? 
Isso era um alerta para eu trabalhar menos e aproveitar mais a vida. Sábio conselho. Sigo-o até hoje. 
Estou falando do meu avô querido, Abadio, para nós, netos, Vovô "Badião". 
E aqui, deixarei hoje a minha homenagem a ele:

Eu e meu avô no meu aniversário de 26 anos em 2007.

O Anjo Mais Velho 

"O dia mente a cor da noite
E o diamante a cor dos olhos
Os olhos mentem dia e noite a dor da gente"

Enquanto houver você do outro lado
Aqui do outro eu consigo me orientar
A cena repete a cena se inverte
enchendo a minha alma daquilo que outrora eu deixei de acreditar

tua palavra, tua história
tua verdade fazendo escola
e tua ausência fazendo silêncio em todo lugar

metade de mim
agora é assim
de um lado a poesia o verbo a saudade
do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim
e o fim é belo incerto... depende de como você vê
o novo, o credo, a fé que você deposita em você e só


Só enquanto eu respirar
Vou me lembrar de você
Só enquanto eu respirar..


Enquanto houver você do outro lado
Aqui do outro eu consigo me orientar
A cena repete a cena se inverte
enchendo a minha alma d'aquilo que outrora eu deixei de acreditar

tua palavra, tua história
tua verdade fazendo escola
e tua ausência fazendo silêncio em todo lugar

metade de mim
agora é assim
de um lado a poesia o verbo a saudade
do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim
e o fim é belo incerto... depende de como você vê
o novo, o credo, a fé que você deposita em você e só


Só enquanto eu respirar
Vou me lembrar de você
Só enquanto eu respirar..

metade de mim
agora é assim
de um lado a poesia o verbo a saudade

do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim
e o fim é belo incerto... depende de como você vê
o novo, o credo, a fé que você deposita em você e só


Só enquanto eu respirar
Vou me lembrar de você
Só enquanto eu respirar..