terça-feira, 26 de outubro de 2010

Vale a pena ser sincero?!

Muitas pessoas confundem sinceridade com falar o que vêm a cabeça ou expor tudo o que pensa. Eu gosto de sinceridade, mas acho que ela passa pela análise dos sentimentos. Ser sincero, para mim, é agir em consonância com seus sentimentos e com a situação a qual você está envolvido. Não é sair por aí dizendo tudo o que quer sem pensar no impacto que isso pode ter com o seu interlocutor. Sinceridade é importante para o nosso relacionamento com a gente mesmo e com o outro, pois teremos relações mais autênticas. E vc, o que pensa??


A sinceridade torna as coisas tão simples!

Não que a humanidade passará a amá-lo mais se você não disser mentiras, mas, a sinceridade usada com o devido cuidado costuma ser a solução mais fácil.

Digamos que seu chefe tenha lhe pedido para enviar algumas cartas importantes. Mas, em vez de colocá-las no correio, você as jogou acidentalmente no lixo.

Você pode optar por criar histórias e desculpas mirabolantes, mas aí, a vida fica difícil.

Então, que tal dizer ao chefe que você fez uma tremenda besteira, se desculpar e se dispor a consertar o erro?

Isso facilita a vida, pode ter certeza.

Quando você é sincero com as pessoas, elas o admiram e o estimam, confiam em você, sabem qual é a sua abordagem e você pode obter mais daquilo que deseja...

Se você quiser algo, diga! Se quiser sair com alguém, fale diretamente à pessoa – sem rodeios e sem intermediários...

Siga o exemplo das crianças; elas conseguem o que querem porque simplesmente pedem...

Da mesma maneira, seja sincero quando não souber alguma coisa. É muito irritante ouvir professores, colegas, pais e outros "experts" fingindo que têm resposta para tudo. As pessoas sempre respeitam mais quem é capaz de dizer "eu não sei"...

Em poucas palavras: seja diplomático, mas fale abertamente.

A sinceridade é um sinal de respeito pelas pessoas e um sinal de auto-respeito. E torna tudo tão mais simples!

Andrew Matthews