sexta-feira, 16 de julho de 2010

Do "não" julgamento

Bom dia de sexta, gente. Estou relendo o livro "As sete leis espirituais do sucesso" de Deepak Chopra. Quando retomei a leitura fiz um pacto comigo que só passaria para o capítulo seguinte após conseguir fazer a proposta do primeiro capítulo. Após ler o capítulo e no dia seguinte percebi o quanto havia sido ingênua, pra não dizer boba de ter um pensamento tão linear e rígido (coisa que tô tentando mudar aos poucos, menos regras, mais liberdade). Neste primeiro capítulo, o da "Lei da potencialidade pura" traz a proposta de todos os dias reservarmos um momento para o silêncio (ok.), entrar em contato com a natureza (ok.), agora vem o mais difícil: ao levantar pela manhã passar o dia sem julgar nada ou ninguém. Meu Deus!! Como é está sendo difícil. Percebi que estou o tempo todo julgando. É, naquele comentário de que "ah, faria melhor se..." ou "nossa, fulano fez isso mesmo?" ou "Deveriam fazer assim...", foi quando me dei conta de quão horrível é isso e que gastamos muita parte do nosso tempo com julgamentos. Fiquei me sentido um ser humano muito inferiorizada ainda neste aspecto. Sei das minhas qualidades, mas nesse ponto ainda tenho que mudar muitooo...ter a capacidade de ter um olhar mais generoso e de bondade diante das coisas e das pessoas. Não julgar, não ser esse juiz implacável no qual o parâmetro de comparação seria o meu próprio umbigo. Para amenizar a angústia passei para o outro capítulo que falava sobre a "Lei da doação", no qual escrevi o post anterior. Fiquei um pouco aliviada...pelo menos essa já tenho praticado ao longo dos anos.
Resolvi escrever sobre isso, pois acredito que podemos ter coragem de admitir nossas fraquezas e imperfeições, afinal somos seres humanos. A diferença é que tenho comigo uma vontade de buscar uma evolução espiritual e conseguir me desapegar das mediocridades que ainda trazemos na alma. Um beijo à todos... e vamos seguindo...
 

"Praticar o não julgamento. Começar o dia dizendo: "Hoje, não julgarei nada que aconteça". Também é importante que, durante todo o dia você se lembre de não fazer julgamentos".
Deepak Chopra