quinta-feira, 20 de maio de 2010

Sobre olhar para o outro...

Boa noite de quinta, gente! Penso ser importante, independente do nosso grau de conhecimento, escolaridade, situação financeira sabermos lidar e conversar com todo tipo de pessoas. Às vezes ficamos tão fechados em nosso mundo que acabamos por nos relacionar somente com aquelas pessoas que fazem parte desse mundinho. Porém, o mundo e as pessoas são maiores que nosso mundo particular. Cada um tem algo, uma vivência, uma qualidade a nos ensinar e oferecer. Basta que estejamos aberto para isso. Então vamos ao texto de hoje:










Todos nós temos qualidades...

Era uma vez um barqueiro que transportava pessoas num rio de difícil travessia...

Em uma das viagens, estavam um advogado e uma professora.

Como quem gosta de falar muito, o advogado perguntou ao barqueiro:

- Companheiro, você entende de leis?
- Não - respondeu o barqueiro...
E o advogado, compadecido:
- É pena, você perdeu metade da vida!

A professora, muito social, entrou na conversa:

- "Seu" barqueiro, você sabe ler e escrever?
- Não, senhora - respondeu.
- Que pena! - disse a mestra - você perdeu metade da vida!

De repente, o barco bateu num coral, rachou o casco e começou a afundar.

O barqueiro preocupado, perguntou:
- Vocês sabem nadar?
- Não! - responderam eles rapidamente.
- Que pena - concluiu o barqueiro - vocês estão prestes a perder as suas vidas...

Com isso, a gente chega a uma importante e sábia conclusão:

Não há saber maior ou menor: há saberes diferenciados!

Aprenda com o talento das outras pessoas!

Texto do educador Paulo Freire