terça-feira, 20 de abril de 2010

Abre a janela!!

Boa noite, gente! Hoje vou postar um poema, o qual diferente de Cora Coralina que não tive o prazer de ser contemporânea a ela, a autora de "Abre a Janela" eu tive o prazer de conhecer. É uma das coisas mais lindas e atuais que alguém poderia produzir para retratar o ser humano do século XXI, com nossas angústias, tristezas, desafios, mas, apesar disso tudo, há o convite para abrirmos a janela. Usufruam:
















Quanto tempo perdido:
rotina, mais rotina, sempre rotina
pelas horas, dias e anos
Trabalhar, comer, dormir
em eterna repetição
em busca do dinheiro, do sucesso

Sem sonhar, sem saber, sem sentir
e assim se vai a vida.... 
No cárcere sombrio do materialismo
até que um dia
como por milagre ou predestinação
um fato simples:
o pôr do sol, uma paisagem
uma criança que nos sorri. 

O sofrimento, a dor
são como uma revelação
como a luz que varresse a cegueira em que vivíamos
e nos pusesse em contato com o mundo que nos cerca. 

Tudo nos parece belo, maravilhoso, claro
e de surpresa em surpresa
sentimos o encontro da natureza
alegria da vida, a grandeza das coisas simples
sobretudo quando nos identificamos com elas.

Vamos**
Abre a janela de tua alma para a vida
e vive-a natural e simplesmente
olha para todos os lados e ama tudo que te cerca
sem restrições nem críticas
mas com alegria
e serás feliz.
Anita Novaes